Início » Com motivos de sobra, técnico interino do Vasco deve continuar no comando do clube
Vasco da Gama

Com motivos de sobra, técnico interino do Vasco deve continuar no comando do clube

Com motivos de sobra, técnico interino do Vasco deve continuar no comando do clube

Rafael Paiva deve seguir como técnico efetivado no Gigante da Colina, mas diretoria ainda não pretende fazer anúncio oficial

Provando seu valor

Após mais uma vitória vascaína, a continuidade de Rafael Paiva como técnico do clube carioca é mais concreta. O treinador, que assumiu de forma interina, tem apoio de todos os lados no Vasco para ser mantido como efetivo até o final da temporada.

E os motivos para mantê-lo vão além do desempenho nos jogos em que comandou. O apoio do elenco é fundamental para Paiva ser visto com bons olhos por todos no departamento de futebol. Além disso, o técnico tem mostrado um ótimo conhecimento da peças que tem em mãos.

Rafael Paiva vem agradando o elenco do Vasco com seu desempenho sob comando do clube. Foto: Jorge Rodrigues/AGIF
© Jorge Rodrigues/AGIFRafael Paiva vem agradando o elenco do Vasco com seu desempenho sob comando do clube. Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

O único motivo que pesa contra, é a falta de experiência do treinador. Em caso de queda de rendimento, a diretoria sabe que a pressão vai aumentar substancialmente, uma vez que o técnico ainda passa desconfiança para alguns torcedores por ser jovem.

Por isso, o plano do Vasco, por enquanto, é manter o treinador de “forma interina”, sem anunciar sua efetivação, mesmo tendo certeza que o elenco é a favor da continuidade do jovem treinador.

“Gostaria de ressaltar algo muito importante. Ouvi muito dizer que Vasco não tem treinador, mas sim, tem um treinador e se chama (Rafael) Paiva. Temos que respeitar, por mais que tenha subido da base. Hoje ele é o treinador do Vasco”, disse o zagueiro Maicon em maio, quando Paiva comandou a equipe pela primeira vez diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil.

Os números agradam

Dos 17 pontos conquistados pelo Vasco no Brasileiro até aqui, 13 foram com o treinador. Sob comando de Rafael Paiva são quatro vitórias, um empate e duas derrotas, que foram em partidas que o Gigante da Colina teve um jogador a menos.

Ele também foi responsável por comandar o Vasco nos dois jogos diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil, com dois empates e classificação nos pênaltis. Depois disso, entregou o cargo para Álvaro Pacheco, que ficou apenas quatro jogos no comando e foi demitido.

“A gente tenta sempre uma estrutura em que a gente consiga jogar, mas muito em cima do que o adversário nos passa. Tento passar aos atletas para não ficarmos presos na estrutura de jogo, o que eu cobro deles é a função. Alguns jogadores estão testando em lugares do campo, e o grupo tem respondido bem. Alguns jogadores fora de posição, mas cumprindo função. Isso é o mais importante. Saber defender, balançar, qual espaço atacar… Tem sido em cima disso a nossa construção. Ter clareza sobre o que fazer com a bola, sem a bola, independentemente da estrutura”, explicou o técnico ao ser perguntado sobre sua forma de jogo.

Visando o bom relacionamento com o elenco e desempenho a frente do Vasco, Rafael Paiva merece chance de ser efetivado ao cargo?

Visando o bom relacionamento com o elenco e desempenho a frente do Vasco, Rafael Paiva merece chance de ser efetivado ao cargo?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Próximo duelo do Vascão

Com retornos importantes ao time e alguns pendurados, o Vasco recebe o Corinthians pela décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro, em busca de mais três pontos para subir na tabela.

Em caso de vitória, o Gigante da Colina quebrará um tabu de quase 14 anos sem derrotar o Timão. O jogo será nesta quinta-feira (11), às 19h (horário de Brasília), no Estádio São Januário.


Bola Vip

About the author

Redação Sport Press

Add Comment

Click here to post a comment